Aba_horizontal

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Dos fracos não reza a história : Cristianismo vs Paganismo


Sim, tenho muitas questões!
Não sei se é a sério ou se o autor desta foto estava a brincar. Apeteceu-me responder muito rapidamente e da maneira mais simples que consegui conceber, sem rodeios, sem filosofias e lançar algumas questões cuja resposta está na ponta da língua. Questões simples, respostas simples. Se ninguém souber responder à questão seguinte... é porque existe um problema :

- Questão: Se o Cristianismo varreu o paganismo europeu em 2 tempos 3 movimentos, qual era então o mais forte e o mais fraco dentre os dois ?

 Não diz o ditado que "o fraco sujeita-se sempre ao mais forte" ? É esta a lei da natureza. Sendo assim, a resposta é...?

Vou citar o exemplo da confrontação entre três religiões fortes, potentes, sólidas, para apoiar com força o ponto de vista que tento exprimir. Se o leitor não estiver de acordo, faça o favor de se exprimir sem rodeios, directo ao assunto.

1º exemplo : Islão versus Hinduísmo

Apesar de o Islão ter conquistado a Índia, e de a ter dominado durante séculos, e após mais de 60 milhões de mortos, não conseguiu extinguir o hinduísmo e impor a sua crença por todo o território indiano. O Islão no entanto impôs-se em muitas zonas, sobretudo no que é o actual Paquistão, outrora fazendo parte da Índia, e mesmo no norte da Índia. Isto revela a força do Islão, mas também a força do Hinduísmo! É que apesar de tudo, o Hinduísmo não se sujeitou ao Islão, conseguiu sobreviver e é hoje (apesar de séculos de dominação islâmica) religião maioritária e bem viva. No meio da adversidade conseguiram preservar todas as suas tradições pré-invasão islâmica.

Neste caso Islão vs Hinduísmo, conclui-se que quando uma religião é fortemente sólida, coesa, unida, intrínseca, dificilmente uma outra consegue aniquilá-la.

- comparativamente : não foi o caso do paganismo-europeu que se sujeitou num abrir e fechar de olhos ao Cristianismo, com pouca e fraca resistência, rapidamente vencida, desbastada.

2º exemplo : Cristianismo vs Islão

a - Séculos e séculos de dominação islâmica no médio-oriente, e portanto os cristãos, a bem e a mal, sempre conservaram as suas tradições cristãs com séculos de existência e prática. Seja na língua, tipo aramaico, como nas liturgias.

- comparativamente : não foi o caso do paganismo-europeu, que não foi capaz de conservar uma só liturgia, reza, modo de proceder, livro sagrado... Tal foi a potência de um e tal foi a fraqueza de outro!

b - Durante séculos também, o Islão dominou em partes da Europa, sobretudo na Ibéria. No entanto, os cristão que viviam sob o regime islâmico, por vezes com muito mal, sempre conservaram as suas tradições, liturgias, livro sagrado, etc. Mais brilhante ainda, é que face a uma religião assim sólida e guerreira como o Islão, o Cristianismo não se sujeitou, ao contrário, deu a volta por cima e acabou por expulsar o Islão daqui para fora.

- comparativamente : não foi o caso do paganismo-europeu, que apesar de uma revolta aqui e ali, não chegou para impressionar o Cristianismo, que rapidamente tratou de lhe acertar o passo.

Resumindo...

Destas comparações, resulta então, que dentre o Cristianismo, o Islão, o Hinduísmo, e o Paganismo-europeu, três, souberam impor-se, resistir, avançar, solidificarem-se...e apenas um morreu, o mais fraco dentre todos.

O Hinduísmo também é uma religião politeísta tal e qual o politeísmo europeu. Se um soube resistir e o outro foi-se abaixo, não acham que existe um problema ?

O paganismo-europeu extinguiu-se porque era fraco. Se fosse sólido como um Hinduísmo que resistiu ao Islão, ainda estaria lá. Se fosse potente como um Cristianismo que soube fazer face ao Islão e retomar a vantagem, ainda estaria lá... a verdade é que nem uma reza ficou, nem como rezar a um Júpiter, a um Odin...

Compreendemos o porquê de se promover um suposto retorno (?) ao paganismo hoje em dia. Vivemos numa sociedade onde os valores morais são inversos à ordem natural, onde se clama o fraco em vez do forte, onde se elogia aquele que não merece em detrimento do que merece, onde o corrupto é visto com bons olhos e o honesto com maus olhos, onde o feio toma o lugar do bom e este toma o lugar do feio... onde se proclama um dito retorno às fraquezas e se afasta aquilo que nos rendia fortes e sólidos.

47 comentários:

  1. Odin (ou Wotan) foi derrotado por Jesus.

    "Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós. Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes. Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também."
    2ª Tessalonicenses 3: 8, 9 e 10.

    O Cristianismo atual anda estranho aos olhos do Senhor.

    Cobalto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Odin não é um deus ou algo que se pareça. Para já, se atentarmos para a mitologia, e unicamente isso, Odin nem sequer mitologicamente é o deus-supremo. Ele é o fruto de outros deuses acima dele.

      Da maneira como se processa uma história, uma lenda, pode-se considerar que Odin foi outrora alguém muito importante, que ao longo do tempo, de geração em geração, acabou por ser divinizado. Temos este tipo de caso no antigo Egipto também, onde Osiris e Thot, são considerados deuses, mas prova-se pelos hieróglifos que estes personagens existiram mesmo e foram grandes construtores. Houve dinastias que existiram no antigo Egipto bem antes das dinastias oficiais de hoje em dia, e Osiris e Thot faziam parte dessas dinastias hoje apagadas pela história do politicamente correcto.

      Odin foi provavelmente um grande general, um grande comandante dos tempos antigos, cujos feitos foram heróicos e remarcáveis. Existe uma lenda antiga, que fala de um antigo general, vindo da Ásia, que conduziu o seu povo ariano de vitória em vitória até se estabelecer no que hoje se chama os Balcãs e a zona norte da Europa. Pensa-se que este personagem era Odin.

      «O Cristianismo atual anda estranho aos olhos do Senhor. »

      “Estranho ?” Essa é uma palavra fraca para exprimir o que se passa na Igreja, estamos a assistir a um desmoronamento quase-total. Vai ser agora que se vai separar o trigo do joio...

      Eliminar
    2. Temos muitos exemplos da antiguidade, de heróis que foram divinizados. Por exemplo Lug, que é considerado uma divindade pagã nada mais foi que um antigo Rei da Irlanda lá para os idos de 1800 e tal a.C. Mas as pessoas têm tendência, sobretudo se feitos heróicos estão associados a tal personagem, com o tempo a acrescentar ainda mais feitos heróicos e pouco a pouco a divinizar o personagem. A maioria dos antigos deuses gregos provém da mitologia egípcia, dos quais muitos se prova facilmente terem sido personagens bem reais do passado que existiram.

      Mas vá lá um gajo dizer isto aos pagãos! Vá lá um gajo dizer-lhes para irem ler o Lber-gabala para verem se Lug era um Rei ou não... está quieto! Preferem as aldrabices de todos os Aldrabapédias que andam por aí. A mentira soa sempre melhor que a verdade...

      A Mitologia é um tema que gosto muito de estudar, mas não a vejo sob o prisma do "politicamente correcto". Se alguém julga que o "politicamente correcto" só se aplica à história da 2ª guerra mundial, esse está bem enganado! Aplica-se a tudo! Nem as civilizações antigas escapam ao "politicamente correcto". Toda a história está aldrabada.

      Eliminar
    3. E Odin ainda tem 2 irmãos.

      Cobalto

      Eliminar
  2. jobbik ,na forma do seu atual lider gabor vorna , diz que nao tem e nem tera quaisquer programas que discriminem por raça e religião ,e diz que as pessoas que pensem o contrario para abandonarem o partido.

    Obs: Gabor vorna , que é visivelmente mestiço , é o mesmo idiota que defende a teoria JUDAICA de que os hungaros são de raça turânica e, portanto , um povo que tem mais em comum com turcos e kazaques do que com Europeus.

    http://www.jobbik.com/party_leader_vona_dispatches_racists_from_jobbik

    ResponderEliminar
  3. Quem realmente é povo de Deus?
    https://www.youtube.com/watch?v=s5Ah81d3qWA

    A Igreja Católica: Construtora da Civilização (Completo e Legendado):
    https://www.youtube.com/watch?v=ng8dume3V6k

    Uma introdução à Idade Média, Idade da Luz:
    https://www.youtube.com/watch?v=Ncez-RDqewo

    Cobalto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Judaísmo, Maçonaria e Comunismo" de Gustavo Barroso:
      https://archive.org/details/barroso_judaismo_maconaria_comunismo

      Eliminar
  4. https://www.youtube.com/watch?v=yrUeDHB5kos

    O documentário acima “À Sombra de Hermes” de Jüri Lina mostra como maçons, banqueiros internacionais, e comunistas juntaram forças em uma aliança profana e através da Revolução Bolchevique de novembro 1917 estabelecido na Rússia, a sociedade escravista mais brutal e desumana que o mundo já viu.

    Escritor russo Alexander Solzhenitsyn em 1974, advertiu seus compatriotas: “Viver sem mentiras!” Isso se aplica igualmente para o Ocidente. A verdade em nosso tempo não é de forma auto-evidente. A maioria dos fatos oficiais sobre o comunismo não são verdadeiras. Solzhenitsyn enfatizou: “Em nosso país, a mentira tornou-se não apenas uma categoria moral, mas um dos pilares do Estado”.

    Os fatos foram suprimidos, tanto no Oriente como no Ocidente.

    O filme “Na Sombra de Hermes” é uma importante documentação dessas forças maçônicas financeiras que a sangue-frio trabalhou nos bastidores através do comunismo para lucrar com o sofrimento dos outros.

    O diretor, Jüri Lina, sublinha que é seu dever de dizer a verdade sobre o comunismo e suas eminências pardas, e não apenas superficialmente tratar seus sintomas psicopatas, enquanto a verdade, hoje, não é muito valorizada.

    A história é feita todos os dias, mas por quem? A resposta é dada no filme, cujo objetivo é desmascarar a verdade, apesar das falsificações da história, tão mansamente noticiados pela mídia.

    Conhecer a verdadeira história do comunismo é o melhor seguro contra impostores ideológicos.

    Baseado no livro “Under the Sign of the Scorpion” (Sob o Signo do Escorpião*) pelo dissidente estoniano Jüri Lina que narra o documentário em sueco.

    "Sob o Signo do Escorpião" (*) http://www.zioncrimefactory.com/wp-content/uploads/2011/09/Under-The-Sign-of-the-Scorpion.pdf

    E ainda “Secret Societies and Subversive Movements” (Sociedades Secretas e Movimentos Subversivos) de Nesta Webster. Boswell Publishing Co., Ltd., London, 1924.
    http://arcticbeacon.com/books/Nesta_Webster-Secret_Societies_and_Subversive_Movements.pdf

    Cobalto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito bom esse documentário, Cobalto.
      já o conhecia desde Maio ou Junho de 2011.
      excelente mesmo. além de expôr e denunciar a maçonaria, também prova que o capitalismo Nova-Iorquino financiou a revolução marxista de 1917 e também um ensaio em 1905.
      prova que não há diferença nenhuma entre capitalistas e marxistas judeus, e que ambos confraternizavam juntos nas lojas maçónicas, como a B'nai B'rith.
      Nova-Iorque não enviou só dinheiro, enviou também recursos humanos, como milhares de judeus treinados (falantes de yiddish).

      esse documentário é excelente e revela muitos pormenores deliciosos que até então eu desconhecia, como os motivos do assassinato de Lincoln ou o porquê de Woodrow Wilson nada ter feito sobre a revolução de 1917...revolução essa que foi pacífica, ao contrário do que a generalidade das pessoas crêem.
      o que me espantou foi o número de vezes que a escumalha judio-maçónica tentou matar o czar.
      vou publicar um dia esse documentário no meu blogue, quando tiver paciência. aconselho a toda a gente. esse documentário é brilhante.

      Eliminar
    2. Interessante também foi saber que novamente um alemão nascido em Dresden, Pyotr Stolypin, esteve no caminho desses judeus/maçons/democratas/republicanos/banqueiros. Carma? Ele é usualmente citado como um dos maiores estadistas da Rússia Imperial, com um programa político claramente definido e determinação de empreender importantes reformas sociais, legais e econômicas que puseram os inimigos da humanidade em polvorosas. Mas depois na 11ª tentativa, conseguiram assassiná-lo.

      Devido sua irrepreensibilidade, é um dos documentários que se deve mostrar aos defensores de Israel, da Maçonaria, do governo dos EUA, do Comunismo ou Marxismo e/ou tantos outros nomes pelos quais tentam se esconder/enganar e trollar, da Vulgocracia, bancos, etc.

      Pena que o vídeo não teve continuidade.

      Se observarmos, concluiremos que Comunismo, Maçonaria, Sionismo e Vulgocracia defendem as mesmas bandeiras/objetivos, variando apenas em grau e cara de pau.

      "O mundo jaz no Maligno", e não falta quem o defenda e promova.

      Cobalto

      Eliminar
    3. https://historiamaximus.blogspot.com/2016/06/as-coisas-que-irritam-o-amigo-de-israel.html?showComment=1465834915453&m=1#c7197038370869908658

      Gang ,oque tem de verdade nesse post (se é que tem algo )

      Eliminar
    4. Não vejo nada de errado nesse post. O que se diz parece-me ser a verdade. Só o tratado de Versalhes tinha mais de 400 e tal pontos que a Alemanha devia respeitar, entre indemnizações aqui e ali, que levavam toda a riqueza do país, boa parte do povo alemão vivia na miséria. E Hitler veio pôr fim a isso.

      Eliminar
    5. Não sobre o post, mas sobre o artigo, já estive para escrever algo sobre a IG Farben.

      Primeiro, era uma empresa alemã, que devido ás restrições económicas impostas pelo tratado de Versalhes, viu-se obrigada a expandir-se fora do território alemão para sobreviver.

      Segundo, Hitler nunca foi contra o investimento judaico, como de qualquer outro investimento. Desde que não se praticasse usuras e trafulhices. Os jornais judaicos por exemplo, fizeram um boum no tempo de Hitler. Desde que se respeitasse as tradições e a Nação alemã, Hitler nunca foi contra. Só isto prova que Hitler não era o bicho papão que se diz por aí. Aliás, era muito tolerante. Tão tolerante que nem mesmo as Sinagogas deixaram de funcionar até ao começo da guerra.

      Não houve nenhum financiamento particular, só para uma dita "ascensão de Hitler". Como empresa alemã, de grande criatividade, pois brevets saiam dali ao pontapé, logicamente interessava aos empresários americanos, judeus, mexicanos e sei lá que mais. Não vejo nenhum mal nisso. É a coisa mais normal do mundo que alguém se interesse por uma inovação e faça um investimento para recolher frutos e incentivar a pesquisa.

      Eliminar
    6. A revoluçao foi pacífica ? mas ao que se deveu isso ? O exercito do cezar era a favor do golpe judaico ?

      Eliminar
    7. «A revoluçao foi pacífica ? mas ao que se deveu isso ? O exercito do cezar era a favor do golpe judaico ?»

      Que revolução é que estás a falar ?

      "cezar" ? Que raio de coisa é essa de "cezar" ?

      E que golpe judaico estás a falar ?

      Eliminar
    8. sim, a "revolução" de 1917 foi 100% pacífica. nem uma bala foi disparada.
      pudera, foi apenas uma transição do governo do judeu Kerensky para o governo dos Bolcheviques encabeçados pelo judeu Lénine.

      isto é a realidade. nada como vem nos livros de história.

      não houve passagem directa do Czar para Lénine. antes houve Kerensky.

      Eliminar
  5. "Não vejo nada de errado nesse post. O que se diz parece-me ser a verdade. Só o tratado de Versalhes tinha mais de 400 e tal pontos que a Alemanha devia respeitar, entre indemnizações aqui e ali, que levavam toda a riqueza do país, boa parte do povo alemão vivia na miséria. E Hitler veio pôr fim a isso."

    Me referia ao artigo quando utilizei o termo "post ". E então , o tal "Historiador esta certo ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Me referia ao artigo quando utilizei o termo "post ". E então , o tal "Historiador esta certo ?»

      Eu li o livro do Sutton, não sou como aqueles que dizem ter lido e nem sequer passaram da primeira página. A maior incoerência que encontrei, e foi isso que me fez duvidar um pouco das fontes de Sutton, é a história do combustível sintético. Esta então não tem por onde se pegar. Em primeiro porque o Reich tinha acesso aos grandes poços de petróleo da Roménia, o que já em si demonstra que o Reich não necessitava em nada de um dito combustível sintético. Aqui há que pôr dúvidas e interrogar-se sobre as fontes de Sutton.

      Sobre a IG Farben, está aí o que escrevi no post acima. Aliás, quando se entra no comércio mundial, quando se tem um banco, obrigatoriamente terás de ter relações com financeiros judeus, a bem ou a mal. O comércio mundial é quase exclusivamente dominado pelas finanças, hoje, e já naquele tempo o era. Não havia país desenvolvido em que não estivessem financeiros ou comerciantes judeus. Matematicamente, visto que a Alemanha produzia para países desenvolvidos, quer queira, quer não, tinha de passar por comerciantes ou financeiros judeus.

      Sobre os ditos meios que Hitler foi buscar para o desenvolvimento económico, é muito simples, a riqueza da Alemanha era tanta, que tudo ia para as indemnizações de Versalhes, e desde o momento que Hitler resolveu mandar ás favas esse tratado, a riqueza toda deixou de alimentar gulosos e começou a ficar no bolso dos alemães e começou-se a investir em força na economia. Se Hitler estivesse à espera do guito dos judeus para desenvolver o país, bem a Alemanha estava lixada.

      As pessoas parece que não se lembram da história, antes da 1ª guerra mundial, é ver o grande desenvolvimento económico da Alemanha, mas também a grande miséria que ia de par. Isto é o investimento judaico - riqueza e miséria. O investimento de Hitler - riqueza e bem-estar social, o bem comum da Nação.

      «olhem o blog do tal "Historiador" esta entre os 2000 sites mais visitados de Portugal . Porque vós não usam a caixa de comentarios do mesmo para espalhar a palavra ? »

      Para já, esse historiador que diz por exemplo que a queima das bruxas foi na Idade-Média...desculpa lá, mas parece-me que sendo contra o "politicamente correcto" como percebi, ao mesmo tempo parece seguir a "história" do "politicamente correcto". Nunca comentei nesse blog, mas precisava de uma severa correcção, pois a queima da bruxa foi na Renascença e não na Idade-Média.

      Depois, bem que o conteúdo seja no seu geral bem correcto, pelo menos no giro que dei e o que li aqui e ali, parece que lhe custa a reconhecer o lobby mais influente do mundo: o judaico.

      É muito fácil chamarmos de "super-classe mundial" ou "elite" não sei quantas e sei lá que mais, para designar certos elementos que na realidade são essa "super-classe". Então para sermos sinceros com nós próprios, mais vale chamar o nome certo: a judiaria talmudo-kabalista. Porque é esta raça maldita que tem no seu Talmud ranhoso, que a Europa deve ser destruída! Quem são os carolas do Bilderberg ? Quem são os carolas da Trilateral ? quem são os carolas do CFR ? Quais são os maiores bancos do mundo ?

      Sobre os bancos, não existe maiores e mais influentes que a Banca Rothschild e Goldman Sachs assim como a JP Morgan. Bem que possam vir com tretas e estatísticas da treta, aqui não se cai nessa armadilha, todos os financeiros, traders, etc, reconhecem a Goldman Sachs como a banca mais influente. Curioso, esses três bancos são governados por judeus... curioso também essas "associações" citadas acima têm todas judeus à cabeça...isto já começa a ser coincidência a mais, não é ? Já passa os bornes do que se poderia chamar de "normalidade".

      Portanto, neste aspecto, acho que existe uma divergência ideológica entre o que penso e o que o "HistoriaMaximus" defende, se não, quanto ao resto, não tenho nada a dizer.

      Eliminar
  6. olhem o blog do tal "Historiador" esta entre os 2000 sites mais visitados de Portugal . Porque vós não usam a caixa de comentarios do mesmo para espalhar a palavra ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. baza daqui, palhaço.
      não queremos nada com sionistas como ele. (ou tu)

      Eliminar
  7. ou criem um blog nos mesmos parâmetros que de vez em outra diz oque interessa .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que não fazes tu um blog que diga o que "interessa" ?

      Ademais que o que "interessa" à população estupidificada, basta ligar a televisão, nem é necessário blog algum para isso.

      Eliminar
  8. "Liberalismo e Marxismo: Um casamento que deu certo":
    https://www.youtube.com/watch?v=k4vOyieBEkk

    Cobalto

    ResponderEliminar
  9. Todo o plano sionista-judeu baseia-se na destruição do cristianismo, o que já foi conquistado por meio da destruição de Roma e do 1789, além do Concílio Vaticano.

    Isso é neo-con: https://www.youtube.com/watch?v=wvu7EpxDuk8

    Isso é maçonaria: https://www.youtube.com/watch?v=hdqL9mntW7E

    Não necessariamente seitas judaicas, o bem bom fica reservado só para eles, mas são escolinhas para encaminhar e adestrar goys trouxas para serem bons serviçais e "staff" para o judeu médio.

    ResponderEliminar
  10. Jesus profetizou o fim da nação de Israel, por Texe Marrs

    Haverá nenhuma "reagrupamento" dos judeus em Israel. Isso é o que Jesus profetizou. Toda essa confusão de hoje sobre o estado de Israel a ser re-fundado em 1948 por judeus é puro absurdo! Propaganda satânica. E qualquer um que ajude os khazares para configurar uma nação chamada "Israel" hoje está lutando contra Deus e é na liga com os esquemas diabólicos da sinagoga de Satanás.

    As profecias de Jesus nos a verdade dizer. Deus deu a oportunidade atrás de oportunidade para se arrepender os judeus. Finalmente, Jesus disse-lhes:

    "Serpentes, raça de víboras!, como escapareis da condenação do inferno?" (Mateus 23:33)

    "Eis que a vossa casa vos ficará deserta." (Mateus 23:38)

    "E saiu Jesus, e se afastava do templo, e os seus discípulos aproximaram-se dele para a mostrar-lhe os edifícios do templo."

    "E Jesus lhes disse: Não vedes tudo isto? em verdade vos digo, não ficará aqui pedra sobre pedra, que não seja derribada "(Mateus 24: 1-2).

    Sionistas cristãos estão trabalhando contra o plano de Deus, auxiliando impenitente Khazar Israel. Eles imprudentemente abusar do Antigo Testamento a fazê-lo, deixando de ler e prestar atenção às palavras de Deus no Novo Testamento. Na verdade, se eles estavam a ler o Novo Testamento eles iriam entender que Deus não tem absolutamente nenhum papel para o Israel físico para jogar em eventos mundiais futuros.

    Mateus 21: 41-44 documentos que o Reino de Deus foi tomada dos judeus por Jesus e dadas aos cristãos:

    "Portanto, eu vos digo que, o Reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação que dê os seus frutos."

    "E quem cair sobre esta pedra será quebrado ..."

    "E quando o sumo sacerdote e os fariseus, ouvindo essas parábolas, entenderam que falava deles."

    Em Sua misericórdia, Jesus Cristo continua a chegar, mesmo aos judeus que desprezam e odiá-lo. Os restantes se arrepender e crer Nele e será salvo (Romanos 11:23).

    Nossa missão, então, como cristãos, é testemunhar aos judeus, e não ajudá-los a construir um reino.

    Cobalto

    ResponderEliminar
  11. Israel não é kazar coisa nenhuma, isso é apenas um plano de desinformação posto em operação por escritores formados em Tel Aviv, como Shlomo Sand, isso é damage control.

    Coloquem a culpa toda nos kazares deixando de fora a origem comum ancestral dos judeus de todo o mundo e respeito às leis de Moisés pelas quais todo judeu tem 25% de sangue judeu. Até tem judeu kazar, mas não é essa a origem do grosso dos judeus brancos que são mestiços de europeu com judeus medievais.

    Esse livro sobre 13 tribo é um engana trouxa pois os resultados de o aceitar são meramente deixar de ver os judeus como um todo coeso e culpabilizar os kazares asquenazitas pelos crimes judaicos;

    Algum inocente poderia pensar: "ah, mas essa teoria dos kazares nos dá legitimidade para dizer que os judeus não tem direito a Israel".
    Inocente. Eles não precisam de alguém a lhe dar direito visto que tem o mossad, tem bombas atômicas, tem infiltrados em todos os países...
    Essa história de kazar não prejudica a ocupação da palestina em nada e ainda legitima o direito às terras por parte dos outros judeus que não são kazares.

    (E ainda há toques de deboche conosco como nas partes em que falam que os asquenazitas tem o maior QI e são campeões de xadrez, Einstein, etc...)

    ResponderEliminar
  12. O ex-judeu Nathanael conta porque largou o Judaísmo:
    https://www.youtube.com/watch?v=CT6Q2qj2OXg

    ResponderEliminar
  13. Abraão, Sara e o Início da Cafetinagem (1/2)

    Nossa história de hoje é sobre Abrão, que depois seria renomeado como Abraão, que para quem não sabe, quer dizer "o pai do povo". O nome é condizente com a figura, já que Abraão é considerado o pilar das três principais religiões monoteístas, com a diferença de que no judaísmo e no cristianismo os seus descendentes passam por seu filho Isaque (que teve com mais de 100 anos, com sua esposa Sarai já passada dos 90 anos; haja Viagra); já no islamismo (aquela religião de paz e amor) os descendentes vem do seu filho Ismael, tendo uma escrava como mãe. Depois a coitada, juntamente com Ismael, é expulsa para o deserto por Abraão, que nessa idade era pau mandado de Sarai, a ciumenta. Mas essa história fica para depois, nos concentremos no que aconteceu antes.

    Javé estava querendo criar um nova nação Gênesis 12, 1, e propôs que Abrão saísse de sua casa, em Harã, e fosse para essa terra, prometendo maravilhas, abençoando o nome dele, lançando maldições contra os seus inimigos, bendizendo sua família, enfim, o usual. O velho (Abrão já tinha 75 anos, e Sarai 65) não titubeou, pegou sua esposa e seu cajado e saiu a caminhar deserto afora.

    Como Javé sempre foi um péssimo administrador, mandou Abrão caminhar sob o sol inclemente sem as provisões necessárias para a jornada, tendo este que, para escapar da fome, bater às costas do Egito. Chegando lá, disse ele à sua esposa: "Ora, bem sei que és mulher formosa à vista; E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida. Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti."

    ~ continua ~

    ResponderEliminar
  14. Abraão, Sara e o Início da Cafetinagem (2/2)

    Analisemos o absurdo da frase: primeiro, Sara, aos 65 anos era a formosura em pessoa, um tipo de Vera Fischer da época, mesmo sem botox, plástica e lipo-aspiração. Abrão, o pai dos covard... ops, pai do povo, que fica com medo de ser morto se for reconhecido como marido da miss Harã, decide fingir que é seu irmão. Os egípcios eram maus mesmo, se tinha mulher bonita, já saíam matando. Mas Abrão estava certo, assim que chegaram ao Egito os príncipes do faraó a levaram até ele, que tratou de anexá-la ao seu harém. Mas o faraó era gente boa, e em agradecimento ao suposto irmão da formosa Sarai, o encheu de presentes (não, não eram iPods, TVs de 50' ou videogames, e sim ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, que um escravo sempre vinha bem).

    E viveram todos felizes para sempre, Abrão e seus presentes, o faraó e Sarai, a oitava maravilha do mundo. Não, não! O Senhor não estava nada contente com a diversão entre os lençóis de Sarai, a idosa gostosa, e o faraó, aquilo era uma barbaridade, afinal ela era casada. E o que ele fez: o que Javé, o justo, sempre faz, dá-lhe pragas no coitado do faraó, que sofreu sem saber o porquê. Quando descobriu que estava levando pragas na cabeça pela mentira de Abrão, chamou-o, passou-lhe uma carraspada por ser mentiroso (eu teria cortado o pescoço do infeliz, mas o faraó era da paz) e expulsou o corno manso do Egito, juntamente com Sarai, a velha sapeca, e todos os presentes. E Abrão viu que isso era bom!

    Tão bom que depois de passar por desventuras em série, ter o seu nome e de sua esposa trocados para Abraão e Sara por Javé, e ter um filho com uma escrava e outro com Sara, a centenária parideira, Abrão resolve repetir a dose e ganhar mais um troco com a sua mulher. Indo de uma cidade à outra (a geriatria era uma maravilha naquela época), Abraão encontra Abimeleque, rei de Gerar (Gênesis 20). Consegue passar a mesma história no pobre homem, essa aqui é minha irmã, coisa e tal. Não é que Abimeleque resolve desposar Sara, que com cerca de um século de idade deveria estar mais para múmia que para Gisele Bündchen! Mas como gosto não se discute, Abimeleque a tomou para si. Por sorte o rei não estava muito disposto naquele dia, com uma certa azia, e não foi aos finalmentes com Sara. Foi isso que lhe salvou, porque Javé, o supra-sumo da bondade, já estava lhe ameaçando de morte em sonho. Felizmente Abimeleque convenceu Javé que não sabia de nada, sendo poupado (o estranho é o Senhor, que tudo vê, também não saber que o culpado era Abraão, o mentiroso).

    E então Abimeleque fez exatamente a mesma coisa que o faraó: esporreou Abraão e lhe encheu de vacas, escravos e prata. Mas agora vem o mais incrível, uma reviravolta sensacional na história, digna de novela das 21h: Abraão afirma que o que disse era uma meia-verdade, Sara era realmente sua irmã, os dois eram filhos do mesmo pai!!! Está tudo lá, no versículo 12. Os dois velhos safados e incestuosos! Para não ser injusto com Javé, esse se redimiu curando Abimeleque, sua mulher e suas servas da infertilidade, que ele mesmo tinha impingido. Deus sacaneia, mas também cura.

    E essa foi a história de Abraão, aquele que iniciou a nobre profissão de cafetão vendendo a mulher/irmã para reis e faraós em troca de uns jumentos e escravos. Com um pai do povo desses, não dá para esperar nada da humanidade mesmo.

    Fonte: http://maislindashistoriasbiblicas.blogspot.com.br/2009/02/abraao-sara-e-o-inicio-da-cafetinagem.html

    De um casal e deus desses, porventura sairia algo que prestasse?!

    Cobalto

    ResponderEliminar
  15. Tem esse ainda, mais longo, então melhor acessá-lo.

    Jacó I - Jacó saiu em viagem, fugindo de Esaú. A primeira noite, Jacó passou-a ao relento e sonhou com uma escada, cujo topo atingia o céu, por onde transitavam anjos. Em sonho, o deus lhe disse: “Eu sou Jeová, Deus de Abraão e Deus de Isaac. A terra em que estás deitado, eu a darei, a ti e à tua descendência. A tua descendência será numerosa como pó da terra. Eis que estou contigo e te guardarei e te farei voltar a esta terra e não te desampararei” (Gêneses 28: 10 a 15)

    Comentário: Eis o deus aparecendo agora a Jacó e repetindo o mesmo de sempre: Eu te darei esta terra, te darei farta descendência, te protegerei e patati, patatá. E quanto a Esaú, foi logrado mesmo.

    Jacó sonhou? E quem o garante? É difícil desmentir um sonho e a própria bíblia nos dá a certeza que nem todos os sonhos “proféticos” aconteceram:

    "Os falsos profetas proclamam mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei!" (Jeremias 23: 25)

    "Aquele que tem um sonho, conte-o apenas como sonho; mas aquele em quem está minha palavra, fale a minha palavra. O que tem a palha com o trigo?" (Jeremias 23: 28)

    Continue-se a leitura em http://velhotestamento.blogspot.com.br/2006/08/jac-i.html

    Cobalto

    ResponderEliminar
  16. 10º Mandamento: “Não deseje a casa do seu próximo. Não deseje a esposa do seu próximo, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu touro, nem seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao seu próximo.” (Êxodo 20: 17)

    Ou seja, não é pecado ter escravos; pecado é cobiçar escravos dos outros.

    Aleluia! É a "cultura judaico-cristã."

    Cobalto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bíblia na linguagem de hoje: Salmos 137 adaptado
      https://desatracado.blogspot.com.br/2015/02/biblia-na-linguagem-de-hoje.html

      Salmos 1:1 - "Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores."
      https://desatracado.blogspot.com.br/2014/08/salmos-11.html

      Cobalto

      Eliminar
  17. Nâo há sentido em interpretar as Escrituras de forma mundana, há que se estabelecer um contexto, fora isso é apenas profanação infantil.

    Já demonstrava Paulo na Epístola aos Gálatas o caráter simbólico da história de Abrãao, Gálatas, 4:22-25 :

    22. Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre.
    23. O filho da escrava nasceu de modo natural, mas o filho da livre nasceu mediante promessa.
    24. Isso é usado aqui como uma ilustração; estas mulheres representam duas alianças. Uma aliança procede do monte Sinai e gera filhos para a escravidão: esta é Hagar.
    25. Hagar representa o monte Sinai, na Arábia, e corresponde à atual cidade de Jerusalém, que está escravizada com os seus filhos.

    Banalizações interpretativas das Escrituras nos rebaixam todos, não é necessário fazer terra arrasada de tudo isso e sim separar o joio do trigo. Mesmo as alegorias tem um grande valor para quem quiser as compreender.

    Sem mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (PARTE 1/3)

      Ilustração das duas alianças (Gl 4: 21-31): Para entender melhor este trecho, veja Gênesis capítulos 16, 20 e 21. A segunda ilustração é uma forte imagem baseada na história de Isaque e Ismael. Ismael foi o filho de Abraão pela serva Agar, "segundo a carne", ou seja, através de meios perfeitamente naturais. Isaque, porém, foi o filho de Abraão e sua esposa, Sara, que já tinha passado a idade para ter filhos. O nascimento de Isaque não foi um acontecimento natural, e sim o cumprimento da promessa de Deus (Gl 4: 21-23).

      Paulo diz que isso é uma alegoria da nossa situação atual em Cristo. Agar representa todos que são filhos de Abraão segundo a carne, biológicos — aqueles que nasceram em Israel. Estes são os escravos sob a lei (Gl 4:24-25). Mas Sara, representa todos que são filhos de Abraão segundo a promessa — segundo a fé em Cristo Jesus, os cristãos por consequência (Gl 3:26-27). Estes são os herdeiros, "filhos da promessa, como Isaque" (Gl 4:26-28). A Escritura diz que estes da promessa receberão a herança (salvação eterna, regojizo celestial), e aqueles da carne serão lançados fora ao inferno eterno (Gl 4:30).

      Segue Gálatas 4: 26-31:

      26 - Mas a Jerusalém do alto (1) é livre, e essa é a nossa mãe.
      27 - Pois está escrito: "Regozije-se, ó estéril (2), você que nunca teve um filho; grite de alegria, você que nunca esteve em trabalho de parto; porque mais são os filhos da mulher abandonada do que os daquela que tem marido".
      28 - Vocês, irmãos (3), são filhos da promessa, como Isaque.
      29 - Naquele tempo, o filho nascido de modo natural perseguia o filho nascido segundo o Espírito (4). O mesmo acontece agora. (5)
      30 - Mas o que diz a Escritura? "Mande embora a escrava e o seu filho, porque o filho da escrava jamais será herdeiro (6) com o filho da livre".
      31 - Portanto, irmãos, não somos filhos da escrava (Judaísmo), mas da livre (Cristãos).

      (1) que alto? A Jerusalém Celestial que descerá do céu em substituição à Jerusalém da carne que será lançada fora (João 3:14, 15).
      (2) não geraram Cristo Jesus, mundo gentio, pagão.
      (3) quem eram os "irmãos" do ex-judeu Paulo?
      (4) quem nasce "segundo o Espírito" é o cristão, é a Igreja.
      (5) os judeus ainda perseguem a Igreja.
      (6) "jamais" é uma palavra forte. Mas está prometido ou profetizado que os judeus, que são os "falsos judeus" (Romanos 2: 28, 29), não herdarão a salvação.

      Eliminar
    2. (PARTE 2/3)

      Em 1ª Pedro 2: 6-8 lemos:

      6 - Pois assim é dito na Escritura: "Eis que ponho em Sião (1) uma pedra angular, escolhida e preciosa (2), e aquele que nela confia jamais será envergonhado" (3).
      7 - Portanto, para vocês (4), os que creem (5), esta pedra é preciosa; mas, para os que não creem (6), "a pedra que os construtores (7) rejeitaram tornou-se a pedra angular"
      8 - e "pedra de tropeço e rocha que faz cair". Os que não creem tropeçam, porque desobedecem à mensagem; para o que também foram destinados.

      (1) Israel secular de Golda Meir, Nataniahu etc
      (2) Senhor Jesus, Filho Único de Deus.
      (3) os pecados dos cristãos são perdoados, apagados. Deles ninguém se lembrará, por isso "não passarão vergonha".
      (4) os cristãos.
      (5) os crentes em Jesus como Salvador e Senhor.
      (6) judeus e todos os demais habitantes da Terra.
      (7) "construtores" da contade de Deus. Eram os judeus, como não cumpriram, foram expulsos, rejeitados, substituídos pelos cristãos.

      Atos 4: 8 e 11: "Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, ... Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular”.

      Eliminar
    3. (PARTE 3/3)

      Como a popularidade de Jesus (a pedra angular) subia vertiginosamente, um grupo de judeus conspirava para assassiná-lo e seu número crescia assustadoramente dia após dia. Faziam suas reuniões secretas planejando que argumentos usariam para a sua condenação máxima, que na época era “morte na cruz”, com todos os requintes de tortura e crueldade, como posteriormente aconteceu. Porém, surgiu-lhes a chance. Jesus percebendo que a multidão de judeus apenas queriam os milagres, as bênçãos, e nada de se santificare, se dedicarem a Deus em verdade, começou a endurecer as pregações, e houve o momento em que até os discípulos disseram que O seu discurso estava sendo muito duro (João 6:60); e em conseqüência disso, as multidões de judeus já não O procuravam mais tanto, até o momento em que os únicos seguidores dEle, eram apenas seus doze apóstolos.

      Para onde foram as multidões que afluíam de tal forma que Jesus não tinha tempo sequer para repousar, se alimentar? Notem que sendo Ele acompanhado por essas multidões de judeus, em momento algum os manipulou em proveito próprio. Pelo contrário. apenas os abençoava, sem exigir nada de material em troca. Parece que só por isso O seguiam. Diante desse quadro, Jesus retrucou: E vocês também não querem ir embora? Pedro não hesitou em responder:

      "Vocês também não querem ir?"
      Simão Pedro lhe respondeu: "Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna."
      João 6: 67-68

      Nem tudo são alegorias. Sem mais.

      Cobalto

      Eliminar
    4. A palavra "gênero" não é sinônimo de "sexo". A terrível "Ideologia de Gênero" supõe que não existem "homens" e "mulheres", e sim pessoas que são moldadas pela sociedade para agirem conformes determinados padrões "de homem" e "de mulher". Cuidado! É tudo mentira. E sabem os efeitos da aceitação da Ideologia de Gênero? Pedofilia, zoofilia, necrofilia, problemas psicológicos, totalitarismo errados, relativismo, vulnerabilidade da mulher/criança/família/sociedade/paz/harmonia, ... Veja o vídeo e entenda.
      https://www.youtube.com/watch?v=pjqrl1t2YpM

      E ainda a Dra. Damares Alves que faz grave alerta para todas as famílias: "Cuidem de seus filhos!"

      A Dra. Damares faz revelações que você desconhece, mas nossas crianças estão sendo reféns deste governo (e tanto faz se é de direita, centro ou esquerda, é isso eles não entendem, e nunca dão o nome aos bois) que não aceita mais que o nome de Jesus Cristo seja proclamado, nem hajam orações, e sim a pornografia e o abuso infantil estão acontecendo nas escolas como se fosse normal. Se você têm convicções sérias sobre valores familiares, divulgue.
      https://www.youtube.com/watch?v=BKWc0sUOvVM

      Quem promove essas coisas não é digno de ser chamado de "raça de víboras"?

      Eliminar
  18. Discurso de ódio, opressão, atraso, ditadura, genocídio, retrógrado, satanismo, "nazi", intolerância, vergonha mundial, cafona, inquisição, ...
    http://www.national-socialism.com/wp-content/uploads/2014/01/BNS5mYsCUAAaTBo.jpg-large.jpeg

    https://qph.is.quoracdn.net/main-qimg-aabfe213433f371f26ea8010738495b3?convert_to_webp=true

    http://www.westernspring.co.uk/wp-content/uploads/2015/11/Wehrmacht-Soldiers-Comfort-Child-2.png

    Mundo moderno, democracia, república, esquerda/centro/direita, liberdade, paz e harmonia social, progresso, evolução, fashion, glamour, tolerância, expressão, "direitos", "conquistas", avanços, ...
    https://3.bp.blogspot.com/-7BRQQZvQuoc/V0tydybHkhI/AAAAAAAAQoo/4YgNlegLDvERXU7dcaj8ZdPXsiV2SePWgCLcB/s1600/funkinfantil.jpg

    https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTAnSvGA34AFIc3OGR3xHlohUDOoQyOtfML44JPrjdvkZUbOuuTnA

    https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRMzs17g8Hp46It46p1qxQ0J4d3aPwyDU_6mOt6oMmwSY5-T5s9

    http://i2.wp.com/minutoprodutivo.com/wp-content/uploads/2016/05/mulher-roupas-arrancadas1.jpg?resize=618%2C311

    https://www.google.com.br/?ion=1&espv=2#tbm=vid&q=Lingerie+Basketball

    https://www.google.com.br/?ion=1&espv=2#tbm=vid&q=Lingerie+football

    https://www.youtube.com/results?q=MMA+lingerie

    https://i.ytimg.com/vi/CJoOsRtBoJY/maxresdefault.jpg Mas o problema são os negadores do holoconto, os revisionistas, os "nazis", os cristãos, a família tradicional, ...

    Cobalto

    ResponderEliminar
  19. http://thegreateststorynevertold.tv/portfolio/part-27-babylon-hitler-bonus/

    Esta cena da queima de livros é muito usada pelos propagandistas para "provar" várias mentiras sobre o referido governo nacional-socialista alemão. Na verdade, os livros não foram arrancados das pessoas, de suas casas ou bibliotecas, foram doações, cooperação. Foram queimados livros que ensinavam bruxaria, ocultismo, relativismo, maçônicos, que promoviam a prostituição, a pedofilia, a degeneração humana em várias áreas, a destruição da família, que enalteciam o comunismo, o marxismo, liberalismo, a luxúria, etc. São todas literaturas que hoje são festejadas pela democracia ou república de direita, centrou ou esquerda. Naquele evento de '30, nenhuma Bíblia foi queimada.

    Não é por nada, não é mera coincidência que democracia, república com suas balelas de direita/centro/esquerda, marxismo, comunismo, sionismo mais perseguem sejam as bandeiras e pessoas de Jesus Cristo e Adolf Hitler.

    Cobalto

    ResponderEliminar
  20. Mas quem realmente venceu a 2ª Guerra Mundia?! Responda, não olhe.


    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .

    O Comunismo, o Sionismo e a Maçonaria. O que eles tem em comum? São todos anti-nacionalistas, anti-família tradicional e anti-cristãos. Coincidência ou de fato o "mundo jaz no Maligno"?
    https://www.youtube.com/watch?v=LcEYa48yfzo

    ResponderEliminar
  21. Vejamos uma "micro" diferença entre nacional-socialismo e marxidemocracia republicana (direita, centro ou esquerda):

    https://www.youtube.com/watch?v=lXnPv_uQ1Pg

    Qual é o marxidemocrata republicano que tem coragem de dizer algo assim?
    ------------------------------
    https://www.youtube.com/watch?v=nLA9J82pHs0

    Precisaram pegar um personagem falecido.
    -----------------------------
    Depoimento de Sara Winter sobre Aborto no Senado Brasileiro:

    https://www.youtube.com/watch?v=LrbbybaZFsI

    Quem ensinou ela a se arrepender? Foi a "construção social"? Mas ela não estava no feminismo libertador, desconstruidor social? E podem xingar a Igreja Cristã a vontade, pois nunca vi a marxidemocracia republicana fazer isso com alguém.

    Nota 1: a marxidemocracia republicana no Brasil legaliza o aborto. Meio hipócrita, surreal essa comissão do Senado.

    Nota 2: ao 12:38 min. ela desliza e começa uma sutil defesa do feminismo. Percebe-se ainda na mentalidade dela a divisão entre Homem e Mulher. Esperamos que com o tempo isso se corrija.

    Cobalto

    ResponderEliminar
  22. Vejamos aos 0:30 uma breve e interessante descrição:

    https://www.youtube.com/watch?v=1Ol4HRIX_kw

    Cobalto

    ResponderEliminar
  23. Churchill pagão maçom no meio dos bruxos e druidas ...

    http://www.whale.to/b/druid4.jpg

    http://freimaurer-wiki.de/images/8/80/Guinea.jpg

    Adolf Hitler, cristão ...

    https://coelsblog.files.wordpress.com/2011/11/brownarmychurch.jpg?w=625

    http://www.remnantofgod.org/NaziRCC/nazis.jpg

    http://www.remnantofgod.org/NaziRCC/HitlerWithFan.jpg
    Dando autógrafos para freiras.

    Casamento de Goering na Igreja e Hitler de testemunha ...
    http://jesuswouldbefurious.org/+Artwork/Catholic_liberalism/GorringWedding.gif

    https://p2.liveauctioneers.com/1022/19979/6836835_1_l.jpg

    Odin mit uns, Alá mit uns, Jeová mit uns, Buda mitt uns, Zeus mit uns ... ?! Não.
    http://www.remnantofgod.org/NaziRCC/buckle.jpg

    Não pensemos que seja coisa de "malvadus nazi". Isso vem desde a Ordem Prussiana da Coroa foi o mais baixo na hierarquia da ordem de cavalheirismo da Prússia, e foi instituída em 1861. O anverso disco central dourado carrega a coroa da Prússia, cercada por um anel esmalte azul carregando o lema do Império Alemão, "Gott Mit Uns."

    Na época da conclusão da unificação alemã em 1871, o estandarte imperial carregava o lema "Gott mit uns" nas armas de uma Cruz de Ferro. Moedas de 3 e 5 marcos de prata e 20 marcos de ouro imperiais alemães tinham "Gott mit uns" inscrito em sua borda.

    Soldados alemães tinham "Gott mit uns" inscrito em seus capacetes na Primeira Guerra Mundial.

    Melhor que "Ordem e Progresso".

    Cobalto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Churchill pagão maçom no meio dos bruxos e druidas ...

      http://www.whale.to/b/druid4.jpg»

      Interessante essa imagem, nunca a tinha visto.

      «Soldados alemães tinham "Gott mit uns" inscrito em seus capacetes na Primeira Guerra Mundial.»

      Não estou certo do que digo, mas parece-me ter lido que durante o Nacional-Socialismo, os soldados alemães tinha escrito "Gott mit uns" nos cintos.

      Eliminar
    2. “Gott mit uns” (“Deus connosco”), é o que pode ser lido nas fivelas dos cintos usados pelos soldados da Alemanha nazi. Um pouco estranho para um “totalitarismo ateu” ... mais estranho ainda foi o regime nazi ter banido os grupos alemães de ateus e pensadores livres na primavera de 1933 (ver New York Times de 14 de Maio de 1933). Estas acções foram antecedidas pelo seguinte discurso no parlamento alemão:

      «Pela sua decisão de levar a cabo a limpeza moral e política da vida pública, o Governo está a criar e a assegurar as condições para uma vida interior religiosa verdadeiramente profunda. As vantagens para o indivíduo que possam provir de compromissos com organizações ateístas não se comparam de forma alguma com as consequências que são visíveis na destruição dos nossos valores éticos e religiosos comuns. O Governo nacional vê em ambas as denominações Cristãs [igreja católica e protestante] o factor mais importante para a manutenção da nossa sociedade.»
      – Adolf Hitler, discurso no Reichtag a 23 de Março de 1933.

      «Uma campanha contra o “movimento ateu” e um apelo ao apoio católico foram lançados pelas forças de Adolf Hitler.»
      – Associated Press, 23 de Fevereiro de 1933.

      O combate ao ateísmo era um ponto fulcral na agenda do facínora:

      «Eu juro que nunca me irei associar a partidos que queiram destruir a Cristandade (…) Queremos encher de novo a nossa cultura com o espírito Cristão (...) Queremos queimar todos os desenvolvimentos imorais recentes na literatura, no teatro e na imprensa – em suma, queremos queimar o veneno da imoralidade que entrou em toda a nossa vida e cultura como resultado do excesso liberal (...)»
      – Adolf Hitler, citado em The Speeches of Adolf Hitler, 1922-1939, Vol. 1 (London, Oxford University Press, 1942), pg. 871-872.

      https://amansarda.wordpress.com/2007/12/28/o-que-jose-manuel-fernandes-insiste-em-nao-perceber-1-o-mito-do-nazismo-ateista/

      Cobalto

      Eliminar
  24. Vídeo bombástico mostrando com o as ideologias políticas da Democracia e República afeminaram o homem europeu:
    https://www.youtube.com/watch?v=0kif-_mU3wI

    Vejamos agora algumas imagens do Homem Cristão Católico:
    https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/8/83/Don_Pelayo_closeup.jpg

    https://compartilhare.files.wordpress.com/2013/01/df369-cruzadasaguerraemnomededeus3.jpg

    https://ssebastiao.files.wordpress.com/2010/05/tomada-de-loule-aos-mouros1.jpg

    http://1.bp.blogspot.com/-_u30kUW_fm0/Ux8k0YpXYWI/AAAAAAAAIHo/IAjJ6ONOA_4/s1600/caravelas3.png

    Nenhuma vez, o Cristianismo vendeu a ideia de homem afeminado ...
    http://aguiafluorita.com.br/wordpress/wp-content/uploads/blogger/-g0wufS4-icU/UXXgAl26UZI/AAAAAAAAAd0/j2UwI_jJ6Nc/s640/st-george-slaying-the-dragon.jpg

    Cobalto

    ResponderEliminar
  25. Hitler afirma que o Cristianismo é a base de toda a moralidade da Alemanha "nazista"
    https://www.youtube.com/watch?v=KCwG13K7TAo

    “NÃO TOLERAMOS QUALQUER UM EM NOSSAS FILEIRAS QUE ATAQUE AS IDEIAS DO CRISTIANISMO (…) NA VERDADE, O NOSSO MOVIMENTO É CRISTÃO.”
    – Adolf Hitler, em um discurso em Passau, 27 de outubro de 1928, Bundesarchiv Berlin-Zehlendorf, [citado de Richard Steigmann-Gall]

    Outras citações cristãs em português de Adolf Hitler podem ser encontradas aqui:
    http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2015/06/hitler-cristao.html

    Aqui, temos mais citações cristãs, em inglês, do Führer do Reich Alemão.
    http://smoloko.com/?p=12985

    HITLER DESMENTE OS JUDEUS - ELE ERA CRISTÃO E NÃO ATEU - O NAZISMO ERA BASEADO NA BÍBLIA
    http://voltaire77.blogspot.com.br/2015/05/hitler-desmente-os-judeus-ele-era.html

    Cobalto

    ResponderEliminar

É aconselhável o comentário tratar do assunto exposto no artigo, caso contrário, arrisca-se a não ser aprovado pelo Tribunal da Inquisição.